24 de jul de 2012

Tráfico ataca UPP do Alemão e mata uma PM

Bandidos atacaram a UPP no Complexo do Alemão e mataram a soldado Fabiana de Souza







Policiais cercam o Complexo do Alemão após ataque a sede da UPP
Foto: Marcelo Carnaval / O Globo



Policiais cercam o Complexo do Alemão após ataque a sede da UPPMARCELO CARNAVAL / O GLOBO

A Polícia Militar busca informações que possam levar à localização e prisão dos criminosos responsáveis pela morte da soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, morta em ataque a UPP Nova Brasília, no Complexo do Alemão, na noite desta segunda-feira. A Secretaria de Segurança pede a colaboração dos moradores do Complexo do Alemão, da Penha e do Morro do Adeus/Baiana para que entrem em contato pelo Disque-Denúncia (2253-1177) e do 190.
Em nota, a Secretaria de Segurança lamentou a morte de Fabiana, morta com um tiro de fuzil. No entanto, garantiu que o processo de pacificação seguirá o curso previsto na região, com a inauguração em breve de mais duas UPPs no Complexo da Penha: no Parque Proletário e na Vila Cruzeiro.
Primeira morte de uma policial em favela com UPP
Bandidos atacaram a tiros a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Nova Brasília, no Complexo do Alemão. A soldado Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, que estava no segundo andar da sede da unidade, foi atingida e morreu. É a primeira morte de policial numa favela pacificada. Segundo policiais, bandidos metralharam a base da UPP. Fabiana estaria pedindo ajuda pelo rádio quando foi baleada no peito. O tiro de fuzil teria perfurado o colete à prova de balas que ela usava. A policial chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Estrada do Itararé, mas não resistiu aos ferimentos. A morte de Fabiana seria a primeira de uma policial durante um confronto.
Um outro policial, ainda não identificado, ficou ferido no ataque, que aconteceu por volta das 20h30m. Meia hora antes, policiais já haviam trocado tiros com bandidos num confronto na localidade conhecida como Pedra do Sapo, também no Alemão. Oito homens teriam enfrentado uma dupla de policiais. Ninguém ficou ferido nesse primeiro conflito.
Ainda segundo a polícia, o soldado ferido foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. A PM pediu reforços e viaturas de diversas unidades, como Batalhão de Choque, 22 BPM (Maré) e 16 BPM (Olaria), foram deslocadas para o Alemão. As equipes ocuparam a Estrada do Itararé, um dos acessos ao complexo. Um veículo blindado também foi para o local.
Em nota, a Secretaria de Segurança confirmou o ataque às forças policiais da UPP da Nova Brasília e a morte da policial. Segundo a nota, a sede administrativa e o contêiner de apoio da unidade foram alvejados. Fabiana ingressou há um ano e quatro meses na PM. O trabalho na UPP da Nova Brasília foi o primeiro da policial, que morava no interior do estado, era solteira e não tinha filhos.
Não é a primeira vez que bases da polícia no Alemão são alvos de tiros. Há uma semana, policiais da unidade da Fazendinha, também no complexo, foram atacados duas vezes por bandidos num período de 24 horas. Segundo a PM, os ataques aconteceram quando agentes faziam patrulhamento de rotina na comunidade. Em um dos confrontos, os criminosos chegaram a jogar uma granada contra os policiais. O artefato explodiu perto da viatura, mas não houve feridos. Na fuga, os suspeitos deixaram para trás quatro granadas caseiras e droga

Video: R7

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/rio/pm-pede-ajuda-da-populacao-para-localizar-bandidos-que-mataram-policial-da-upp-nova-brasilia-5565293#ixzz21XcU0nlT
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. 

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Premium Wordpress Themes