18 de jul de 2012

Programa de desenvolvimento do empreendedorismo em áreas pacificadas

Empreendedorismo nas UPPs
O Sebrae/RJ promove, por meio do fomento ao empreendedorismo e fortalecimento dos pequenos negócios, o desenvolvimento institucional e socioeconômico sustentável das áreas atendidas pelo programa de pacificação implementado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio.
Cenário e desafios
Atualmente, o Rio passa por uma ampliação da quantidade de áreas pacificadas, com retomada do território anteriormente sob o controle de grupos armados (existem na cidade 21 Unidades de Polícia Pacificadora - UPPs).
O principal desafio para o Sebrae é a busca pela integração produtiva com o restante da cidade, mas há outros a serem alcançados: o alto nível de informalidade (92% dos negócios); aproximadamente 1/3 dos jovens moradores de áreas pacificadas não estudam nem trabalham; há ausência de entidades associativas locais que se preocupem com o tema desenvolvimento econômico; e há necessidade de viabilizar a regularização de serviços de apoio aos empreendedores e serviços públicos à população em geral.
Oportunidades
Por outro lado, há empresas de serviços públicos empenhadas em promover a formalização da oferta dos serviços; possibilidade de contar com novos parceiros (entidades de fomento, bancos e empresas de serviços) para apoiar o desenvolvimento do território e a maior integração destas comunidades com a cidade; grande visibilidade do programa de pacificação com demandas de desenvolvimento social e geração de trabalho e renda como complemento à ocupação das forças de segurança; e exportação do modelo de pacificação para outros municípios e estados.
Atuação do Sebrae/RJ nas comunidades
Desde 1996, a instituição atua em favelas da cidade do Rio de Janeiro. Tendo como foco a orientação, capacitação e a formalização de atividades, o Sebrae/RJ também trabalha para facilitar o acesso ao mercado e a oferta de serviços e créditos, além de apoiar projetos setoriais das cadeias produtivas ligadas à realidade local.
 
Desde março de 2012, estamos quinzenalmente nas seguintes comunidades:

  •     Andaraí
  •     Batan
  •     Borel
  •     Chapéu Mangueira/Babilônia
  •     Cidade de Deus
  •     Complexo do Alemão.
  •     Coroa/Fallet/Fogueteiro
  •     Formiga
  •     Macacos
  •     Mangueira
  •     Pavão/Pavãozinho/Cantagalo
  •     Prazeres/Escondidinho
  •     Providência
  •     Rocinha
  •     Salgueiro
  •     Santa Marta
  •     São Carlos
  •     São João/Matriz/Quieto
  •     Tabajaras/Cabritos
  •     Turano
  •     Vidigal
  •  
Conheça algumas das ações: 
•    Plantões de orientação ao empreendedor,
•    Mutirão de Formalização (Empresa Bacana);
•    Apoio ao empreendedor (consultorias e capacitações);
•    Acesso a microfinanças;
•    Melhoria do ambiente legal;
•    Diagnósticos;
•    Apoio a polos de comercio/cultura/turismo.

Mais informações sobre dias e horários dos plantões nas comunidades por meio da Central de Relacionamento, no 0800-570-0800.


0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Premium Wordpress Themes